SEMINÁRIO | Antracnose em caqui: panorama e propostas de manejo

Originário da Ásia, o caqui foi por muito tempo considerado um sabor exótico ao paladar ocidental. Hoje, no entanto, a fruta tem lugar garantido na dieta dos brasileiros. Além de ter duas vezes mais fibra do que a maçã, o caqui é rico beta-caroteno e minerais – como sódio, magnésio, cálcio e ferro. Curiosidade: no português lusitano, essa fruta se chama dióspiro. O termo vem do grego, dióspyros (διόσπυρος), e significa ‘alimento de Zeus’. Mas foi dos japoneses que nós, brasileiros, emprestamos a palavra caqui, originalmente grafada como kaki (柿) no idioma da terra do sol nascente.

Apesar de os mercados comercializarem geralmente apenas uma ou duas variedades desta fruta, a verdade é que existem dezenas delas. Só no Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), são cultivados e estudados mais de 15 tipos diferentes de caqui!

Mas agricultores que se dedicam a esta cultura em locais quentes e úmidos enfrentam, muitas vezes, um grande desafio: a presença da antracnose. Trata-se de uma doença fúngica que prejudica o desenvolvimento do fruto e pode, eventualmente, torná-lo impróprio para o consumo. Para discutir o assunto, o CPRA e a Universidade Tuiuti do Paraná (UTP) convidam agricultores, técnicos, consumidores e curiosos para participar do seminário Antracnose em caqui: panorama e propostas de manejo. O evento acontecerá no dia 19/07/2018, das 8h45 às 17h, na sede do CPRA, no município de Pinhais (PR).


Programação

      • 8h45-9h | Abertura
      • 9h00-9h45 | Panorama da cultura do caquizeiro (professor Marcos Antonio Dolinski)
      • 9h45-11h | Recomendações de manejo para a cultura do caquizeiro visando a redução da antracnose (professor Marcos Antonio Dolinski)
      • 11h-11h30 | Relatos de produtores em relação a incidência de antracnose (João Selvino do Nascimento)

      • 13h30-14h45 | Apresentação de diferentes cultivares de caquizeiro em produção do CPRA (engenheira agrônoma Nataly Varela)
      • 14h45-16h | Práticas de manejos em campo na coleção de cultivares de caquizeiro do CPRA visando a redução do fungo nos pomares (professor Marcos Antonio Dolinski e engenheira agrônoma Nataly Varela)


Serviço


Seminário: Antracnose em caqui: panorama e propostas de manejo

Data: 19/07/2018

Horário: 8h45 às 17h

Custo: Gratuito

Inscrições: Não é necessária inscrição prévia. Para participar, basta comparecer ao CPRA no dia do evento e assinar a lista de presença.

Local: Sede do CPRA - Estrada da Graciosa, 6960, CEP 83327-055, Pinhais (PR)

Acesso: Confira a localização do CPRA em nosso mapa interativo

Telefone: (41) 3544-8100

Alimentação: Haverá intervalo de uma hora para almoço. O CPRA fornece, sem custo, um pequeno lanche duas vezes ao dia, às 10h e às 15h. Há um restaurante nas imediações do CPRA, a uma distância de 10 minutos de caminhada; e diversas opções no município de Pinhais ou Quatro Barras, a cerca de 10 minutos de carro. O participante também pode trazer sua própria refeição e utilizar o refeitório do CPRA.

Mais informações: nataly.espitia@cpra.pr.gov.br



  • Conheça o canal do CPRA no YouTube

  • Leia as notícias do CPRA no Medium
  • Conheça a página de apresentação do CPRA no Spark
Recomendar esta página via e-mail: