Livro de visitas

21/01/2016

Comitiva chinesa faz visita técnica ao CPRA

A diretoria e técnicos do CPRA receberam na manhã do dia 15 de Janeiro, visita técnica de Comitiva de professores e autoridades da Província de Zhejiang da China.

Integravam a comitiva, liderada pelo diretor do Departamento da Agricultura da Secretaria de Ciência e Tecnologia Zhengrong Ding, sua companheira do mesmo departamento  Hangling Ye, a vice-diretora do Departamento de Ciência e Educação da Secretaria de Finanças Cailan Fu, o professor da Universidade de Zhejiang Jainchu Chen e os professores do Instituto de Horticultura da Academia de Ciências Agrárias Cai Weiming e Leifa Fan. O professor Fan foi o intérprete da missão, uma vez que encerrou em 2003 seus estudos de mestrado e doutorado no curso de biotecnologia na Universidade Federal do Paraná.

A visita faz parte de um programa de Cooperação existente entre o Estado do Paraná e a Província de Zhejiang e partiu de um convite do CPRA e da UFPR que em parceria prepararam o programa de recepção aos visitantes.

A comitiva foi saudada pelo presidente João Carlos Zandoná no auditório do Centro, onde pôde conhecer a autarquia pela apresentação de um vídeo institucional e de uma  exposição de sua estrutura e atividades feita pelo diretor Marcio Miranda . O coordenador da área de engenharia alternativa Valcir Wilhelm expôs o programa de bioconstruções com o bambu que está sendo desenvolvido pelo CPRA. Os visitantes já haviam manifestado interesse pelo trabalho com esta espécie o que fez com se intensificasse o debate em torno do assunto. Entre os visitantes havia um professor especializado na área do bambu que discorreu sobre as experiências e atividades desenvolvidas tanto no campo da pesquisa científica como no cultivo e industrialização do bambu, onde se destaca a produção de alimentos entre outros tantos produtos. Segundo o diretor Zhengrong Ding, a província, que corresponde a aproximadamente metade do território paranaense, ocupa o 2º lugar no PIB nacional, tendo 70% de área montanhosa. São 20 municípios que se dedicam ao cultivo de bambu sendo que em apenas um município há 10.000 ha de um total de 90.000 ha. O bambu oferece um leque de muitas utilidades, incluindo a produção de alimentos, energia, compensados, móveis à construção civil. Dada a importância econômica que tem o bambu na economia da província manifestaram o interesse em desenvolver em termos de cooperação técnica para pesquisas de cultivo e processamento industrial.

O professor Cai Weiming fez uma breve exposição de imagens e dados para apresentar a Academia de Ciências Agrícolas da Província de Zhejiang, com destaque para o Instituto de Horticultura, do qual faz parte. Além deste, compõem a Academia outros 15 institutos que tratam da sericicultura, citricultura, produção animal, desenvolvimento rural, recursos naturais, proteção de plantas entre outros temas.Na seqüência a comitiva fez uma visita às dependências do CPRA acompanhado da diretoria e técnicos para conhecer as atividades de campo e pesquisa da autarquia.

Na despedida, entre agradecimentos mútuos e troca de lembranças, tanto o Diretor do Departamento de Agricultura Sr. Zhengrong Ding, líder da comitiva, como o Diretor Presidente do CPRA João Carlos Zandoná manifestaram interesse de continuar estreitando o contato e visitas bem como a comunicação para desenvolver linhas de cooperação entre as instituições.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.