Vídeos

Notícias

11/04/2018

Vinho biodinâmico, ruibarbo e sistemas silvipastoris: estudantes apresentam trabalhos no CPRA

Todos os anos, centenas de estudantes de ciências agrárias visitam o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA). Entusiasmados com a agroecologia, muitos deles optam por realizar seus trabalhos de conclusão de curso com base em dados coletados na Fazenda Agroecológica mantida pela instituição, no município de Pinhais (PR).

Na última segunda-feira (09/04/2018), alguns destes trabalhos foram apresentados por estudantes recém-formados que, no auditório do CPRA, compartilharam suas experiências com servidores e convidados.

A engenheira florestal Aline Cubas de Souza, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), estudou elementos do sistema agrosilvipastoril desenvolvido no CPRA. Angico-branco, angico-vermelho, araribá, aroeira, bracatinga e pinheiro-do-brejo são algumas das espécies arbóreas que, além de proporcionarem abrigo e conforto térmico aos animais, podem ser de grande valia para a manutenção da fertilidade e conservação do solo. Sem contar, é claro, que algumas delas podem ser valiosos recursos florestais de uso comercial.

Já a bióloga Mariana Kugler, recém-formada em engenharia agronômica pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), dedicou seu trabalho final de graduação ao estudo do ruibarbo – uma espécie vegetal que, a despeito de seu notável potencial culinário e medicinal, é ainda pouco conhecida dos brasileiros. Mariana não se limitou a estudar aspectos do desenvolvimento agronômico desta planta. Na verdade, ela conduziu sua análise a partir da perspectiva da agricultura biodinâmica. E, além disso, usou como ferramenta metodológica a fenomenologia, um método de investigação filosófica sistematizado pelos pensadores alemães Edmond Husserl (1859-1938) e Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832), que, aliás, é também considerado o maior poeta da língua alemã. O trabalho foi coorientado pela engenheira agrônoma Ana Simone Richter, responsável pela área de Produção Vegetal Integrada no CPRA.

Completando o ciclo de apresentações, o estudante de agronomia Luã Carlos Colaço, que foi estagiário do CPRA, apresentou um relato de sua viagem de campo realizada no Chile – com seus colegas Fábio Zoreck e Douglas Dizula, também estudantes da PUC-PR. O objetivo foi estudar fruticultura de clima temperado. E, neste tema, o Chile é uma importante referência. Eles perceberam que a agroecologia, a produção orgânica e mesmo os cultivos biodinâmicos já começam a emergir como relevante atividade econômica para o país. Vale lembrar que o Chile é, no contexto sul-americano, um dos principais exportadores de frutas de clima temperado. E de bons vinhos, é claro! O grupo de estudantes não perdeu a oportunidade de trazer, de volta para o Brasil, algumas garrafas de vinho chileno biodinâmico.

Henrique Kugler



  • Conheça o canal do CPRA no YouTube

  • Leia as notícias do CPRA no Medium
  • Conheça a página de apresentação do CPRA no Spark
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.