CPRA na mídia

04/06/2018

Prefeitura de Curitiba | Consumidor aprende mais sobre orgânicos no Mercado Municipal

A médica Fernanda Vasconcelos, 35 anos, já tinha planejado comprar, nesta quarta-feira (23/5), alimentos sem agrotóxicos no Setor de Orgânicos do Mercado Municipal. Ao chegar ao espaço da Prefeitura, porém, foi surpreendida pelas hortas automatizadas para pequenos espaços criadas pela startup curitibana Favo Tecnologia. “É bom saber que até em casa é possível plantar comida sem agrotóxico”, afirmou ela, ao conhecer uma das atrações do primeiro dia da Semana Nacional dos Orgânicos.

Promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento e pela Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba, a semana é gratuita e aberta ao público, que é incentivado a conhecer o universo dos orgânicos. As atividades vão até domingo (27/5). “A população pode aprender mais sobre os benefícios dos produtos sem agrotóxicos e saber que a gama de itens vai muito além de hortifrútis. Também há ovos, carnes, leite, roupas e até cosméticos”, destacou o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi.

Horta vertical

“Buscamos resgatar a prática do cultivo dos alimentos orgânicos, sem agrotóxico, em casa”, explicou Marcelo Pinhel, um dos sócios da Favo Tecnologia. A horta vertical da startup curitibana imita prateleiras, onde é possível cultivar temperos e hortaliças programando a autoirrigação com um smartphone. “Pelo aplicativo, o usuário poderá agendar, antes de uma viagem, por exemplo, a hora em que o sistema irá fazer a rega", contou Marcelo. "Além disso, a plataforma conecta cultivadores do mundo inteiro, compartilhando fotos, experiências, dificuldades e até a produção.”

Na área de exposição, onde o público pode conferir a horta automatizada da Favo, são apresentadas outras iniciativas de instituições apoiadoras da semana. O Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA) mostra práticas orgânicas de produção de alimentos. “Mostramos aos agricultores que a conversão para sistemas agroecológicos é perfeitamente possível e, além disso, vantajosa; por outro lado, buscamos conscientizar os consumidores acerca dos benefícios de uma alimentação baseada em produtos orgânicos, que, além de saudáveis, propiciam maior equilíbrio entre as múltiplas dimensões dos sistemas agroalimentares”, explica Henrique Kugler, bolsista do CPRA.

No espaço da Emater, o público pode conhecer uma maquete com todo o ciclo do alimento agroecológico (do campo à cidade). Já Secretaria Municipal de Meio Ambiente apresenta uma colorida exposição de floresta com araucárias. “Estas instituições estão mostrando que a produção orgânica se baseia em princípios da agroecologia, que busca viabilizar o cultivo de alimentos de forma mais harmônica com a natureza”, reforçou Gusi.

A pedagoga Fabíola Ganem, 35 anos, aderiu a frutas, verduras e aos legumes e ovos orgânicos há um ano. “Além de mais saudáveis, por serem livres de agrotóxicos, também acho que os orgânicos são mais saborosos. E até o preço, mesmo sendo um pouco mais caro, compensa. Minha saúde não tem preço, na realidade”, garante ela, que toda semana percorre as bancas do Setor de Orgânicos do Mercado Municipal.

Programação

A Semana Nacional dos Orgânicos conta também, até domingo (27/5), com um Espaço Zen, para incentivar o público a praticar atividades de bem-estar e relaxamento. Palestras, aulas de ioga e massagens relaxantes, com horários específicos a cada dia, serão oferecidas por profissionais do Cantinho da Ioga e da Hollis Espaço Terapêutico.

No sábado (26/5), das 11h às 15h, haverá ainda uma programação especial para a garotada, com aula show de pratos orgânicos preparados por um 'minichef' e oficina para ensinar as crianças a cultivar uma pequena horta em casa.



  • Conheça o canal do CPRA no YouTube

  • Leia as notícias do CPRA no Medium
  • Conheça a página de apresentação do CPRA no Spark

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.