Notícias

29/10/2018

CPRA recebe agricultores de referência para visita técnica

por Maria Fabiana de Brito e Marina Creplive


No último dia 17, o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA) promoveu um encontro entre agricultores de referência do projeto Produção em Base Agroecológica na Região Metropolitana de Curitiba (PBARMC), técnicos das Emateres regionais e agricultores convidados. O evento, que reuniu cerca de 50 pessoas, teve como objetivos promover a integração dos participantes do projeto e técnicos; expor a proposta metodológica baseada nas Redes de Referência; e apresentar as atividades desenvolvidas no CPRA.

Durante o dia, o grupo participou de estações temáticas organizadas de acordo com as áreas de atuação do CPRA. Inicialmente, o presidente do Centro, Hamilton de Jesus Borges de Oliveira, deu as boas vindas aos participantes, seguido do diretor adjunto, Márcio Miranda, que fez algumas considerações sobre a instituição e explicou os objetivos e metas do projeto PBARMC. Após esse momento, os engenheiros agrônomos Ivo Melão e Manuel Delafoulhouze, representantes da área de socioeconomia e comercialização, falaram sobre os circuitos curtos de comercialização, dando enfoque à dinâmica de comercialização em feiras e ao projeto Cestas Solidárias.

Ainda na parte da manhã, os participantes foram distribuídos em quatro grupos, nos quais os engenheiros agrônomos (as) Eduardo Marrone, Ana Simone Richter, Nataly Varella, Jocinei Lima e o técnico Nailton de Lima puderam explanar sobre atividades relacionadas à meliponicultura; homeopatia, biodinâmica e produtos fitoterápicos; fruticultura, com foco no caqui; e bioconstrução com bambu, respectivamente.

Durante o almoço, grupo pôde confraternizar enquanto degustava um cardápio agroecológico preparado e servido na chácara da Amábile, em Colombo - PR. O momento, além de delicioso, também levantou a importância de produzir e fortalecer a alimentação agroecológica, buscando sempre adquirir os produtos de agricultores da região.

No período da tarde, os presentes puderam conhecer as práticas adotadas na área de bem-estar animal do CPRA, com estações direcionadas ao manejo da avicultura colonial de postura; à produção agroecológica de leite; à criação de porco da raça Moura em cama sobreposta, também chamado de “bambucilga”; e ao minhocário. Os grupos foram instruídos por Evandro Richter, médico veterinário responsável pelo setor; pelas técnicas e zootecnistas Nicole Mühlenhoffe, Damaris Cymbalista e Cátia Hermes; além da engenheira agrônoma Ana Simone Richter.

Finalizando o dia de campo, os participantes se reuniram na horta do Centro e puderam conhecer como é realizado o manejo das hortaliças, passando por itens como adubação; controle de pragas e doenças; consórcios de culturas; entre outros. Além disso, o grupo, guiados pelos servidores e estagiários responsáveis pela manutenção dos setores, ainda conheceu a coleção de plantas medicinais e aprendeu sobre a dinâmica de funcionamento do relógio do corpo humano – método oriental que define horários para medicar cada órgão do corpo.

Experiência

Para a agricultora orgânica de referência, Denise Benites, eventos como esses são muito importantes para aproximar os agricultores do Centro e, com isso, ampliar as possibilidades dentro de suas propriedades. “Eu, que acredito muito nos chás medicinais, achei linda a coleção do CPRA. Inclusive, estou construindo uma horta de chás na minha chácara, inspirada no modelo do relógio do corpo humano”, comentou a agricultora.

Além de conhecer o CPRA, a integração entre os próprios agricultores é um dos motivos para a realização destes encontros. Para a técnica do Centro e integrante do projeto PBARMC, Mariana Batista, “a aproximação dos participantes é essencial para a troca de experiência entre os mesmos. Nestes momentos, eles compartilham dicas e até mesmo produtos que o outro não possui, o que torna o trabalho deles ainda mais rico em diversidade e informação”, afirma a engenheira agrônoma.

Sobre o projeto

Em andamento desde novembro de 2016, o Projeto Produção em Base Agroecológica na Região Metropolitana de Curitiba (PBARMC) tem trazido novas perspectivas acerca da produção agroecológica e orgânica no entorno da capital paranaense. Bolsistas e técnicos do CPRA e das Emateres acompanham uma rede de 34 propriedades de referência em olericultura, avicultura colonial de postura e produção de leite.

O intuito é entender os principais desafios e objetivos desses agricultores para, assim, propor melhorias em seus sistemas de produção; levantar demandas de pesquisa; e embasar a formulação de novas políticas públicas para o setor. O projeto segue a metodologia das Redes de Referência, criada em 1998 pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR).

Para mais fotos do evento, acesse nossa galeria online


 

 

 

  • Conheça o canal do CPRA no YouTube

 

  • Leia as notícias do CPRA no Medium
  • Conheça a página de apresentação do CPRA no Spark
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.