Notícias

04/07/2019

Estudantes do segundo e terceiro ano do fundamental visitam a trilha ecológica e realizam o plantio do pinhão

Por Thaiany Osório

Depois de um cancelamento por conta da chuva, finalmente o tempo colaborou no dia 26 de junho e os alunos do Colégio Estadual Humberto Alencar Castelo Branco, localizada no município de Pinhais (PR), puderam visitar o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA). Ao todo, cerca de 35 crianças conheceram o Centro, dentre sete e nove anos de idade. 

Gilvete Simioni, uma das três responsáveis que acompanhavam as crianças, é professora há 31 anos e conta que, nos últimos 15 anos, a prefeitura tem incentivado aulas de campo com cunho pedagógico. A visita foi um complemento prático aos conteúdos didáticos já presentes no cronograma escolar, como o desenvolvimento das plantas e animais. Para ela, momentos como estes são muito importantes. “Os ensinamentos que eles aprendem na prática eles levam para a vida.”, explica ela. 

Os alunos foram guiados pela zootecnista Letícia Macedo pelas áreas de bem-estar animal e produção vegetal integrada. Durante o passeio, as crianças conheceram as abelhas, os bezerros e as galinhas, percebendo a importância dos animais estarem livres em seus ambientes. Depois, se surpreenderam no minhocário e na estufa de produção vegetal, onde aprenderam o papel das minhocas na adubação do solo e as armadilhas para atrair insetos. 

Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Os alunos durante o passeio pela trilha ecológica. De chapéu ao fundo, a zootecnista Letícia Macedo. Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Chegando ao fim do passeio, as crianças foram guiadas até a trilha ecológica onde formaram um círculo no meio da floresta e puderam relaxar e ouvir os sons da natureza. “Falei que ali era a sala de aula da floresta e pedi para que eles fechassem os olhos e pudessem sentir a natureza naquele momento”, conta Letícia. A atividade, além de acalmar as crianças e as professores, também ajudou a separar os alunos em dois grupos para que eles pudessem plantar pinhão. Todos tiveram a oportunidade de plantar e depois de regar as sementes.

Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Foto: Thiago Maceno/CPRA.
No momento da despedida, Letícia se surpreendeu ao ouvir o relato de uma das crianças: “No final, tudo o que a gente faz é para a gente mesmo”. Para a zootecnista, isso mostrou que que a visita foi, sobre o ponto de vista educacional, muita rica de aprendizados. “Às vezes um adulto não entende, mas em uma visita a criança entendeu e foi tocada por tudo o que conversamos”, finaliza ela. 

Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Foto: Thiago Maceno/CPRA.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.