Vitrine de agroecologia é ampliada para o Show Rural 2016

Data 28/01/2016 | Assunto: Notícias

A Vitrine Tecnológica de Agroecologia, mantida por Itaipu e diversos parceiros, foi ampliada e tem nova localização, com mais destaque, na área de exposição do Show Rural Coopavel 2016, uma das principais feiras de tecnologia agropecuária do País

Vitrine de agroecologia é ampliada para o Show Rural 2016

 

 .A Vitrine Tecnológica de Agroecologia, mantida por Itaipu e diversos parceiros, foi ampliada e tem nova localização, com mais destaque, na área de exposição do Show Rural Coopavel 2016, uma das principais feiras de tecnologia agropecuária do País. O espaço passou de pouco mais de 2 mil m2 para 2.600 m2 e agora está localizado próximo ao mirante, um dos pontos mais visitados da feira. O Show Rural acontecerá de 1º a 5 de fevereiro, em Cascavel.

Organizada na forma de uma propriedade rural, a Vitrine é uma oportunidade para produtores rurais, principalmente agricultores familiares, tomarem contato com diversas técnicas sustentáveis para produzir mais e melhor, sem agredir o meio ambiente. Na edição de 2015, o espaço recebeu mais de 20 mil visitantes. 

“Recebemos produtores de todo o país e procuramos dar o máximo de informações possível, para que essas técnicas sejam replicadas. Quando o agricultor é daqui da região, também passamos os contatos dos técnicos da Rede de Ater, para que esses produtores possam ter um acompanhamento”, explica o técnico da Itaipu, Ronaldo Juliano Pavlak, um dos responsáveis pela manutenção e pelo atendimento na Vitrine.

A Rede de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) conta com 30 técnicos e é mantida pelo programa Cultivando Água Boa e parceiros dos 29 municípios da Bacia do Paraná 3.

Para esta edição do Show Rural, a Vitrine Tecnológica de Agroecologia foi reconstruída do zero. Ali, é possível ver como pode ser feita a transição do sistema convencional de produção agropecuária para o sistema de base agroecológica.

Segundo Pavlak, as técnicas expostas que mais chamam a atenção dos visitantes são a horta em formato de mandala (que facilita a irrigação e garante maior produtividade); a estufa em bambu; sementes crioulas e plantas alimentares não-convencionais (como cará, inhame, cúrcuma e mangarito); o plantio de culturas consorciadas (em que uma espécie traz benefícios para outra) e sistemas de irrigação alternativos por aspersão, microaspersão e gotejamento.

“Para auxiliar na difusão das técnicas e orientações, também distribuímos uma cartilha de agroecologia”, acrescenta Pavlak. 

A realização e a organização da Vitrine de Agroecologia é fruto da parceria de 11 organizações governamentais e não governamentais com atuação regional, estadual e nacional: Adeop (Agência de Desenvolvimento Regional do Extremo Oeste do Paraná); Cooperativa Biolabore; Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (Capa); Coopavel; Centro Paranaense de Referência em Agroecologia; Emater; Embrapa; Iapar; Itaipu Binacional; UFPR; e Unioeste.

Outras técnicas expostas na Vitrine incluem: relógio biológico de plantas medicinais; caldas e defensivos alternativos; fruticultura temperada e tropical; captação, armazenamento e utilização de água da chuva; bioconstruções; aquecedor solar de água com materiais reciclados; criação de abelhas nativas sem ferrão; adubação verde, consórcios e plantas companheiras; forrageiras, banco de proteína e alimentação animal alternativa; homeopatia animal e vegetal; entre outras. 


Fonte:
Agrolink com informações de assessoria http://www.agrolink.com.br/noticias/NoticiaDetalhe.aspx?codNoticia=346334






Está notícia foi publicada no CPRA
http://www.cpra.pr.gov.br

Endereço desta notícia:
http://www.cpra.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=260