É-Paraná | No Paraná, cada vez mais produtores rurais aderem ao sistema agroecológico

Data 08/12/2016 | Assunto: CPRA na mídia

A demanda por alimentos mais saudáveis e livres de agrotóxicos cresce a cada ano. No Paraná, cada vez mais produtores rurais aderem ao sistema agroecológico – que, além de não utilizar agrotóxicos, preza pela preservação ambiental e pela qualidade de vida do agricultor. Ampliar e disseminar os benefícios desse modelo é um dos propósitos do Centro...
A demanda por alimentos mais saudáveis e livres de agrotóxicos cresce a cada ano. No Paraná, cada vez mais produtores rurais aderem ao sistema agroecológico – que, além de não utilizar agrotóxicos, preza pela preservação ambiental e pela qualidade de vida do agricultor.

Ampliar e disseminar os benefícios desse modelo é um dos propósitos do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA). Em 2014, foi dado um importante passo nesse sentido: o Governo do Estado deu início ao programa Paraná Agroecológico, que conta com o apoio da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (SEAB), do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), de universidades e diversas outras instituições. “No que se refere ao desenvolvimento da agroecologia, o Paraná é um dos estados mais bem organizados do país”, comenta João Carlos Zandoná, diretor-presidente do CPRA. “E queremos nos tornar uma referência nacional.” O grande desafio, segundo Zandoná, é desenvolver uma agricultura que visa o bem-estar do produtor, do consumidor e de toda a cadeia produtiva vinculada à produção de alimentos.

Somente na Região Metropolitana de Curitiba, já são mais de mil agricultores produzindo dentro dos preceitos da agroecologia. Confira a entrevista completa na primeira edição do telejornal É-Paraná, veiculada no dia 08/12/2016.

Confira a vídeo-reportagem:



  • Conheça o canal do CPRA no YouTube
  • Leia as notícias do CPRA no Medium




Está notícia foi publicada no CPRA
http://www.cpra.pr.gov.br

Endereço desta notícia:
http://www.cpra.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=303